Maria Paula Sibilia

Fez graduação em Ciências da Comunicação e em Antropologia na Universidad de Buenos Aires (UBA, 1992), mestrado em Comunicação na Universidade Federal Fluminense (UFF, 2002), doutorado em Comunicação na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 2007) e doutorado em Saúde Coletiva na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ, 2006). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal Fluminense, no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e no Departamento de Estudos Culturais e Mídia. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Novas Tecnologias e em Teoria da Comunicação, pesquisando principalmente os seguintes temas: subjetividade contemporânea, corpo humano, tecnologias digitais, arte-mídia, imagens e práticas corporais. Publicou os livros “O homem pós-orgânico: corpo, subjetividade e tecnologias digitais” (2002, com reedição ampliada e atualizada em 2015), “O show do eu: A intimidade como espetáculo” (2008), e “Redes ou paredes: A escola em tempos de dispersão” (2012), todos publicados também em espanhol. Em 2012, realizou um estágio pós-doutoral na Universidade Paris VIII, da França, com bolsa da CAPES. Desde 2009 é bolsista de Produtividade em Pesquisa pelo CNPq (a partir de 2015, nível PQ 1-D); e, desde 2010, “Jovem Cientista do Nosso Estado” pela FAPERJ.